Friday, April 21, 2017

Opinião "superalimentos" de Mafalda Rodrigues de Almeida

Olá queridos leitores!!




Sempre me disseram que tenho algum jeito para a cozinha. Fico contente quando ouço isso, mas às vezes sinto que não vario muito os meus cozinhados. Daí o interesse por estes livros de culinária. Nada melhor para fazer receitas novas....

Este livro veio, sem dúvida alguma, alegrar os nossos dias na cozinha. Tivemos de procurar novos ingredientes e vasculhar entre novos espaços, o que também ajudou a renovar o espírito... 

Sobre este livro tenho a dizer que o design é lindíssimo. Tudo salta à vista e permite uma grande facilidade ao preparar as receitas. 

Por exemplo, logo no início do livro, após o índice, temos uma secção que nos introduz os alimentos utilizados nas receitas.


Na fotografia em cima, podem ver o exemplo do Açaí, que, para vos ser muito sincera, é um alimento que desconhecia. 

Uma das receitas que preparei aqui em casa continha esse ingrediente e como não o encontrei no supermercado, não o usei. Infelizmente, sem ele o resultado não foi o mesmo. Como esse foi um caso um pouco infeliz, não o vou mostrar aqui.

Vamos seguir para as receitas que fizemos e que correram bem...

Risoto de cogumelos com espinafres e agrião:

A primeira foi um risoto de cogumelos com espinafres e agrião, que seguimos à risca! No momento de o provar, posso dizer-vos com toda a sinceridade que a primeira coisa que disse foi que esta é a melhor coisa que já provei na minha vida! 
Muitas tentativas de ser vegetariana já passaram pela minha alimentação diária, mas nenhuma com sucesso. Com receitas como esta, talvez no futuro isso seja possível.

Aqui está uma fotografia do meu prato recheado com risoto:


Hmmm...

Não me quero prolongar muito mais com as receitas que fiz, por isso, mostro-vos uma última:



(clica nas imagens para as poderes ver melhor) 

Acho que não vos posso mostrar a receita toda, mas esta foto ajuda-me a mostrar como estão organizadas as explicações das receitas. 

Os Tomates recheados com carne, quinoa e feijão:

Pode ser uma receita muito simples, mas nunca tinha feito tomates recheados. Tendo em conta a facilidade de confeção e o custo — tão reduzido — é algo que vou fazer muito mais vezes no futuro.




Este é a minha primeira publicação sobre culinária. Gostava muito que me dissessem o que acham dela. Vale a pena continuar a partilhar com vocês as minhas receitas e opiniões sobre livros deste género? 


Muito obrigada:




Thursday, April 20, 2017

Opinião "The Regulars" by Georgia Clark



Review:



I think the most important thing it's the message that this book carries with him. It tells us that we don't have to be someone else, that we should be ourselves… We don't have to be afraid to show our opinions, our ideas and mostly what we stand for.

As we follow the three best friends we noticed that this book it's like a fairytale. But it's not like the traditional fairytales, because everything they do when they are under the effect of “pretty” turns to disaster. The girls think that because of the prettiness, everything turns fine. But, as time goes, the girls realize they were wrong, totally wrong.
The only thing I didn't like was that at a determined time they seem to forget each other and behave like nothing's wrong. But in the beginning, it was established that they had to be careful.

We can make a parallel to the fairytale of Cinderella. She only had hours to meet her prince. But in this novel, the girls had a full week to do what they wanted. But like Cinderella, there were times that they had to run from people. That happened when they were changing to the normal hers.

So, the book shows the definition of what it's considered beautiful. This definition results in an unhappiness because people feel the need to change and to be accepted by others. And this is the reason I recommend the book. We have to be ourselves even if society tells us otherwise. The regulars girls also came to this conclusion.

The cover of the book really catches the eye, and the titles of the chapters are so funny… they have names of cosmetics like: Foundation, Shadow, Conceal and Blush.

I rated 4 stars.
I recommend it, it was a good and easy reading!

Our greatest thanks to Georgia Clark! 

Review by Helena - semtudo.pt

Novidades já nas livrarias!!

Olá queridos leitores!!

Fiquem a conhecer alguns dos livros que acabaram de sair! Estes são os que achei mais interessantes:


Novidades Editorial Presença:



Novidades Penguin Random House:




Novidades ASA:



Novidade Minotauro:





Novidades Marcador:




Algum do vosso agrado?

Boas leituras!!


Apresentação do novo livro de João Tordo

Olá queridos leitores!

Há aqui fãs de João Tordo? Se sim, apareçam!



Boas leituras!

Wednesday, April 19, 2017

Opinião "Harrow County" | G Floy Studio

Olá queridos leitores!!

Esta é para os fãs de terror e bandas desenhadas! 




Opinião:

Ai! Fiquei com os pelos todos em pé ao ler e observar atentamente cada capítulo de Harrow County. Mas que história mais deslumbrante...

.... Posso começar por falar da arte, criada por Tyler Crook. Os desenhos não são muito realistas, mas conseguem transmitir aquilo que uma boa história de terror deve transmitir... as cores variam muito entre os castanhos escuros, o vermelho e o amarelo torrado, o que combina muito bem com a história que nos é contada. 


É muito subtil a forma como o artista decidiu desenhar a protagonista... ela passa de uma figura amorosa, para alguém que nos assusta e nos mete desconfortável. Desconfortável é a palavra certa para descrever o que senti ao folhear algumas das páginas deste livro... é o que é suposto... e espero que vocês sintam o mesmo... acreditem que não é um desconforto "mau"... é algo mesmo desejado neste caso... queremos mais terror e mais suspense neste género de histórias. A arte é FANTÁSTICA...



Tanta coisa que posso dizer sobre esta forma de pintar e desenhar... 
No fim do livro, temos acesso aos desenhos que foram apresentados para fazer parte deste projeto, e posso dizer que muitos deles são mesmo muito bons e satisfatórios. Mas nenhum deles é tão "creepy", nem tão eficazmente assustador como o escolhido. 

.....

Falemos do argumento... mas que falas mais loucas! Vejam só estas passagens do livro...





Lindas! Não podia ser melhor. 

Os pensamentos de Emmy e as falas entre as personagens estão muito bem elaboradas. Podem ser muito simples e pouco descritivas, mas conseguem manter o leitor interessado. 

Estou muito contente por ter a oportunidade de ler este livro e de poder mostrar-vos o que achei dele. 

Se fores tão apaixonado/a por ilustração e por bandas desenhadas, como eu, por favor, lê este livro. 

Obrigada G Floy Studio Portugal.







Tuesday, April 18, 2017

Review "Developing minds" by Jonathan LaPoma



Synopsis:

Developing Minds: An American Ghost Story follows a group of recent college graduates who struggle with feelings of alienation and their addictions as they try to survive a year of teaching at two dysfunctional Miami public schools.

A poetic and insightful coming-of-age novel, Developing Minds is centered on 24-year-old Luke Entelechy, an aspiring writer who sees his creative output suffer when he begins teaching at one of Miami’s most challenging middle schools. As the year progresses, however, Luke begins to relate to the neglect and abuse his students suffer, and is faced with a “haunting” decision: continue to let his dark past destroy him, or rise above the struggle to realize his potential as an artist and a "real" human being.

Equal parts disturbing and humorous, Developing Minds offers a brutally honest look at the American public school system and the extreme measures many teachers take to cope with working in it.


Review:

I started reading this book with some high expectations and I must say that those expectations were met.

The book is about a professor named Luke, who is struggling to be successful in the school he's teaching. He’s got a job in an F school - a problematic school – where he found the most unexpected students that try to be tough on the outside — not because they want, but because they are also struggling at home and trying to fit in the society.

As we follow Luke's path as a professor, we also watch the struggle within himself. Luke feels that his life deserves more than that. He wants to be a writer, but he's not sure that's the right path for him — which is interesting to see because while reading, we notice that he is not being himself. He's having doubts about following his dreams. And that’s something that happens to a lot of us, every day.

What I liked the most about the book was to watch the professor's evolution path: the apprehensive way he reacts to the students in the beginning, and then, as the time goes by, the way he starts understanding their feelings, life experiences, and how they must live with it every single day.

The book reveals American's schools reality, particularly the struggles some teachers have to endure in order to teach and the way that influences their own life.

It was a good and easy reading. I loved how the description is so straightforward and how everything is raw, blunt and direct. 

I rated it 4 stars.
I highly recommend it.



Review by Helena - Sem Tudo 

Our greatest thanks to the author.